A ferramenta calcula a evolução de casos confirmados e óbitos com a taxa de 99.8% de acerto

Os pesquisadores do Projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI) da Universidade Federal do Piauí (UFPI), gerido de forma administrativa e financeira pela Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX), desenvolveram um método que possibilita prever a evolução dos casos confirmados e óbitos com uma taxa de acerto de 99.8%. O estudo “Prediction of COVID-19 using Time-Sliding Window: the case of Piauí State – Brazil”, será apresentado na conferência internacional IEEE HEALTHCOM 2020.

Segundo o professor Dr. Antônio Oseas de Carvalho Filho, do curso de Sistemas de informação do Campus Senador Helvídio Nunes de Barros da UFPI em Picos e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da UFPI, na pesquisa foram utilizados os dados da COVID-19 com ênfase no Estado do Piauí, com análise comparativa da situação epidemiológica de cinco estados do Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Foram analisados os dados temporais desde o primeiro caso confirmado de cada estado até o dia 04/08/2020, adquiridos no portal https://covid.saude.gov.br/, criado e mantido pelo Ministério da Saúde.

“A principal contribuição que o artigo apresenta, é a metodologia, possibilitando prever com uma taxa de acerto de 99.8% a quantidade de casos confirmados e óbitos para sete dias posteriores, analisando apenas a última semana epidemiológica. Essa assertividade condiz ao estado do Piauí, porém mantém-se coerente para os demais estados, variando de 99.2% a 99.8%. O intuito desse método computacional é auxiliar e embasar os gestores públicos na tomada de decisão de forma mais concisa, tendo como base um estudo preditivo confiável. Dessa forma, é possível analisar com mais clareza as tomadas de decisão para os próximos sete dias”, afirmou, o prof. Antônio Oseas.

O estudo será apresentado na conferência de referência mundial em tecnologias para a saúde IEEE HEALTHCOM 2020, que se realizará em Shenzhen, China, de 12 a 15 de dezembro desse ano, como uma forma contribuição técnico-científica para a academia internacional e a para a sociedade de forma geral.

“Esse artigo foi feito no contexto do nosso Projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI) e em parceria com a FAPEPI através do Edital 001/2020, e publica o estudo que procura mecanismos de reversão linear, combinados com uma abordagem de janela de tempo deslizante e acumulativa para fornecer apoios que auxiliam os setores públicos nas tomadas das decisões no âmbito da evolução da pandemia”, explicou o professor Dr. Joel Rodrigues, professor de Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da UFPI e coordenador do projeto.

Os pesquisadores ainda ressaltaram que, com base no estudo, pode ser feita a análise da necessidade de tomar medidas de isolamento como o lockdow, além de também preparar o gestor para providenciar uma quantidade de leitos de UTI equivalente à real necessidade pública, dando suporte ao administrativo do Estado, facilitando assim decisões econômicas, sociais e sanitárias de forma preventiva.

Participaram do estudo os pesquisadores Patrick R. S. dos Santos, Lucas B. M. de Souza, Samuel P. B. D. Lélis, Hector B. Ribeiro, Fabbio A. S. Borges, Romuere R. V. Silva, Antonio O. C. Filho, Flavio H. D. Araujo, Ricardo de A. L. Rabêlo e Joel J. P. C. Rodrigues.