O acordo de parceria entre a Universidade Federal do Piauí (UFPI) e a Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI) para a gestão do Hospital de Campanha Estadual no Verdão foi assinado.

O acordo de parceria para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI) está embasado no Decreto Nº 9283/2018, e prevê que a SESAPI financiará um projeto da UFPI, que inclui a gestão do hospital de campanha. O projeto tem orçamento máximo de R$ 25 milhões, que serão pagos em quatro parcelas, de acordo com a necessidade de manutenção do hospital.

Participam do projeto pesquisadores de várias áreas da UFPI – Medicina, Direito, Farmácia, Engenharia Elétrica, Matemática e Ciências da Computação. Esse trabalho resultará também na publicação de artigos científicos focados no contexto do hospital de campanha em tempos de pandemia.

Seleção de profissionais

A parceria entre UFPI e SESAPI contará a atuação da Fundação de Apoio (Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação – FADEX), que ficará responsável pela gestão administrativa e financeira do projeto.

O governador do Piauí, Wellington Dias, visitou as instalações do Hospital de Campanha e ressaltou a importância da soma de esforços.

“Essa parceria entre a SESAPI, a UFPI e a FADEX é importante. São parceiros experientes que vão fazer a gestão dessa unidade. Será a oportunidade de abrir condições de atendimento, de evitar o colapso no Piauí e, com isso, vencer o coronavírus. Estamos tendo a oportunidade de salvar vidas”, declarou o governador.

Dentro das atribuições da FADEX está a seleção dos profissionais que atuarão nas áreas de saúde e administração do Hospital de Campanha Estadual no Verdão.

Estrutura hospitalar

O Hospital de Campanha do Verdão terá 103 leitos. Destes, 90 serão de observação e 13 de estabilização. O hospital não terá leitos de Terapia Intensiva (UTI) e não funcionará de portas abertas – será um hospital de retaguarda que receberá os pacientes com coronavírus encaminhados de outras unidades de saúde, por meio do sistema de regulação.