A visita é um projeto nacional e tem como objetivo avaliar a estrutura, equipamentos e organização de fluxos assistenciais

O Hospital de Campanha Estadual, localizado no Ginásio Verdão, recebeu a visita de representante do Hospital do Coração – HCOR nessa quinta-feira (21), por meio de um projeto nacional. No Piauí, a visita foi coordenada pela médica Jane Rêgo e focou em avaliar os equipamentos, em especial a manipulação dos ventiladores mecânicos; estrutura e a organização de fluxo dos funcionários do hospital e pacientes, para assim evitar contaminações.

A visitação em centros de atendimento a pacientes com a Covid-19 é um projeto do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), em parceria com o Hospital do Coração – HCOR. O programa é a nível nacional e assiste estados como Rio Grande do Norte, Pará, Acre, Bahia, entre outros.

“Esse projeto é uma demanda do Ministério da Saúde, onde ele solicitou que o HCOR construísse um projeto de capacitação para a manipulação dos ventiladores mecânicos em paciente com Covid-19. Como é uma doença nova e muito específica é necessário que haja uma capacitação para poder prestar uma assistência de qualidade com esses pacientes de Covid-19”, afirmou a Jane Rêgo, coordenadora da implementação do projeto no Piauí.

O diretor do Hospital de Campanha Estadual, Jefferson Campelo, também esteve presente na visita. “Nós conseguimos mostrar que criamos um fluxo ideal, onde as pessoas vão ter o risco mínimo de contaminação. A gente sabe que o momento mais crítico de contaminação é no momento de desparamentar e no momento em que você cruza com outros funcionários na área limpa. O não cruzamento desses pacientes é fundamental para o sucesso do controle da infecção, e tivemos o cuidado de promover isso no hospital. O que deixou a nossa visitante o mais empolgada possível”, disse.

A coordenadora ainda visitou outros hospitais piauienses, como o Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela e Hospital Getúlio Vargas. “A percepção que eu tive é que as pessoas estão muito engajadas no processo e abraçaram realmente a causa contra o Covid-19. Saio daqui com a certeza de que o estado está entendendo o seu papel, os profissionais também”, declarou Jane Rêgo.

Foto: ASCOM FADEX