O automóvel foi disponibilizado pela Secretaria de Estado da Saúde e será usado no deslocamento de pacientes para exames e transferências.

O Hospital de Campanha Estadual do Piauí recebeu uma ambulância da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (SESAPI). O automóvel será exclusivo do hospital e prestará assistência aos pacientes com Covid-19. O hospital foi entregue na manhã desta sexta-feira (29).

Segundo Joel Rodrigues, Coordenador geral do Projeto de Pesquisa Desenvolvimento e Inovação (PDI) da UFPI para o Hospital de Campanha Estadual, a ambulância estará à disposição da unidade hospitalar 24h por dia, durante todo o período em que o hospital estiver funcionando.

“A ambulância será utilizada na transferência de pacientes para UTI de outras unidades de saúde e para o transporte quando houver a necessidade de realizar exames de imagem”, afirmou Joel Rodrigues.

O diretor geral do Hospital de Campanha Estadual, Jefferson Campelo, que esteve presente no momento da entrega do veículo, ressaltou a importância de ter uma ambulância à disposição do hospital. “Como somos um hospital de retaguarda, que vai receber paciente de outras unidades, a gente tem que ter um meio de transporte eficiente. Vamos ter agilidade, controle e segurança no manejo desses pacientes na unidade e em trânsito”.

A ambulância, assim como outros equipamentos do Hospital de Campanha, será utilizada por outras unidades de saúde após a desativação do hospital. “Tudo que recebemos da SESAPI será devolvido da mesma forma em que nos foi entregue. Evidentemente que esta unidade de saúde é provisória, todos os materiais que temos aqui são de muita qualidade, trazem muita segurança e o Estado poderá utilizar em outros hospitais, após a sua desativação”, disse o diretor.

O Hospital de Campanha possui 103 leitos, sendo que 90 clínicos, que atendem casos mais leves da doença, e 13 de estabilização. A unidade de saúde será operada pela Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX), parceria que já viabilizou a contratação e treinamento de 230 profissionais para atuarem no tratamento e combate à Covid-19 no estado.

Foto: ASCOM FADEX